Prefeitura estuda implantar estacionamento rotativo em Várzea Grande

Lucione Nazareth/ VG Notícias

VG Notícias

Breno Gomes

 

O secretário de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana de Várzea Grande, Breno Gomes, disse ao #vgnoticias No Ar nesta terça-feira (16.04) que a Prefeitura estuda a possibilidade da implantação do estacionamento rotativo no município a chamada “Faixa Azul”.

Segundo ele, a implantação da Faixa Azul é uma medida que pode ser usada pela Prefeitura Municipal para amenizar a falta de vagas para se estacionar no município, principalmente na região Central. Conforme Breno, na maioria dos casos funcionários das lojas estacionam os veículos próximos aos locais de trabalho e ocupam espaços que poderiam ser destinados aos consumidores.

“Isso está em fase de estudo. Sabemos que todos os dias tem funcionários de lojas, por exemplo, que estacionam veículos nas vias e só retiram a noite. A instalação desta faixa azul irá resolver o problema”, declarou o gestor.

A Faixa Azul é um local demarcado em que os motoristas ou motociclistas poderão estacionarem seus veículos com tempo pré-determinado, pagando pela ocupação do espaço.

Ainda falando sobre estacionamento, Breno afirmou que considera importante o trabalho da Guarda Municipal de Várzea Grande em notificar os motoristas e guinchar carros daqueles que estacionam em locais indevidos.

“Agora com a Guarda Municipal fazendo as atuações e guinchando os veículos irregulares. Precisamos organizar a cidade. Nós não estamos querendo perseguir ninguém, mas tem pessoas que só começa a mudar atividade quando sente no bolso”, declarou Gomes.

Ele explicou que além de estacionarem ilegalmente, empresários, membros de igreja e servidores de órgão público usam até cones de forma ilegal para demarcar vagas de estacionamento o que é considerado ilegal. “Instalação de cones em comércio, igreja e o do próprio Ministério Público estão em irregular. A Prefeitura não autorizou ninguém a colocar cone para demarcar local. Estamos fiscalizando e vamos punir quem for flagrado cometendo tal irregularidade”, disse Breno.

Transporte Coletivo – O secretário revelou que até junho Várzea Grande irá receber 20 novos ônibus a serem utilizados no transporte coletivo – todos com ares-condicionais e Wi-Fi. Ele ainda disse que o município tenta resolver o problema do engarrafamento na cidade, principalmente na avenida da FEB, nos “horários de pico”, mas que tudo dependerá da resolução do imbróglio do VLT.

“Enquanto não for resolvido a questão do VLT não terá muito o que fazer. Estamos apenas pedindo a empresa concessionária para que os ônibus cumpram os horários e o usuário do transporte coletivo não sejam prejudicados”, disse o gestor.


Fonte: VG Notícias

Visite o website: wwww.vgnoticias.com.br